O que é Infertilidade?

O que é Infertilidade?

Infertilidade é caracterizada pela dificuldade de um indivíduo em se reproduzir. Mais popularmente a expressão é usada quando um casal não consegue obter a gestação, mesmo sem o uso de métodos contraceptivos e mantendo relações sexuais com frequência considerável pelo período médio de um ano.

Normalmente, um casal em idade fértil que mantenha relações sexuais com o intuito de gravidez, pode levar de seis meses a até um ano para obter a gestação desejada. Estatisticamente, as chances de gravidez nessas condições consideradas ideias, é de 15 a 25% ao mês, acumulando uma taxa de sucesso de aproximadamente 80%. Dessa forma, esse tempo de espera é normal e necessário, antes que se comece a investigação por problemas de infertilidade.

Nesse momento é importante manter em mente que infertilidade e esterilidade são situações diferentes. Enquanto a infertilidade pode ser causada por motivos diversos, como disfunções no organismo, tanto masculino quanto feminino, doenças ou até mesmo causas desconhecidas, estas podem ser tratadas ou contornadas usando as técnicas de reprodução assistida. Já a esterilidade só poderá ser diagnosticada após o casal ser devidamente analisado e, mesmo após os tratamentos de fertilidade e reprodução humana, ainda assim não obtenham a gestação.

Mulheres que já são mães também podem passar por problemas de fertilidade, chamado de infertilidade secundária. A dificuldade de engravidar atinge aproximadamente 15% dos casais, tornando essa situação relativamente comum.

Por ser a infertilidade um assunto muito pessoal e particular, muitos casais não compartilham essa experiência abertamente com seus familiares e amigos. A infertilidade pode ser uma experiência devastadora, podendo alterar todos os aspectos da vida de uma pessoa. A autoestima, os sonhos para o futuro e as relações com outras pessoas podem ser afetadas.

Como resultado, muitos casais sofrem intensamente e sentem-se sós, quando na realidade não estão. O diagnóstico de infertilidade não significa a impossibilidade de ter filhos. Pode significar um desafio, que pode ser vencido mais facilmente com a ajuda de um tratamento médico.