Primeira Consulta

Primeira Consulta

A expectativa individual e do casal numa primeira consulta para tratamento de infertilidade é muito grande e repleta de preocupações.

Como é comum nestes casos, a decisão de marcar um encontro com um especialista é feita depois de muita pesquisa e reflexão por parte dos pacientes, mas, mesmo com essa preparação prévia, a ansiedade sobre o que esperar pode facilmente confundir e fazer o paciente se perder em suas dúvidas.

Em uma primeira consulta, o especialista irá avaliar o histórico do casal ou paciente e levantar todos os dados necessários para a análise do caso, assim como poderá, na grande maioria dos casos, solicitar exames complementares para um diagnóstico preciso. O desenrolar de uma primeira consulta pode ser rotineiramente dividida em três momentos:

Diagnóstico de infertilidade

O primeiro e mais importante passo é determinar se o casal ou paciente estão definitivamente passando por um quadro de infertilidade.

Nos casos em que os pacientes vêm encaminhados por outros médicos ao centro de reprodução humana, todos os exames já realizados são avaliados, seguido do exame físico para a confirmação final do quadro de infertilidade e prognóstico.

Quando não há diagnóstico prévio ou pesquisa da causa, o médico especialista vai então indicar exames complementares para confirmação ou exclusão da hipótese de infertilidade, a ser confirmada no retorno da consulta com os resultados.

Prognóstico Inicial

Prognóstico Inicial

Assim que o diagnóstico de infertilidade é confirmado, passa-se então para a avaliação do potencial individual de gametas, as células reprodutivas. A qualidade dos óvulos e espermatozóides são avaliadas e então, a partir desses dados, é sugerido qual o tratamento com mais chances de eficácia para se obter a gestação.

Há uma tendência de iniciar pelos procedimentos mais simples, como o coito programado, em casos de infertilidade sem causa ou com pacientes que estejam abaixo 35 anos. Nos casos de falhas nestes procedimentos, idade avançada da paciente, ou incapacidade de fertilização natural, indica-se tratamentos mais complexos, como a FIV.

Tempo de tratamento

O tempo de tratamento pode variar muito, de acordo com o caso e os tipos de técnicas que serão aplicadas, assim como o número de tentativas necessárias até que se obtenha o sucesso.

Em média um ciclo completo de tratamento, indo da primeira consulta e passando pelos exames e procedimentos, até a realização do teste de gravidez dura de 40 a 50 dias, sendo este então o tempo mínimo de espera, podendo aumentar quando alterações no tratamento se fazem necessárias.

Por esse motivo construir um planejamento cronológico para as etapas, juntamente com o médico especialista, é fundamental para evoluir em direção ao resultado.

Para ajudar os casais e pacientes que estão considerando agendar uma consulta com um médico especialista em reprodução humana, preparamos um guia com as dúvidas e perguntas mais comuns na primeira consulta, que pode ser baixado gratuitamente clicando aqui.