ICSI - Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóides

Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóides

A ICSI é Indicada em caso de três ou mais falhas na realização da FIV ou quando o parceiro possui fatores inférteis graves, como a produção de poucos espermatozóides saudáveis ou fatores imunológicos seminais.

Esse procedimento consiste na injeção direta de um único espermatozóide selecionado no interior do óvulo, estimulando ao máximo possível a fecundação. Após fertilizados o óvulo é levado para cultura e o embrião é implantado no útero seguindo os protocolos convencionais da fertilização in vitro.

A ICSI também é indicada para pacientes acima dos 40 anos, onde os óvulos já apresentam a zona pelúcida mais enrijecida, e casais cujo parceiros realizou vasectomia.

As taxas de sucesso do ICSI são semelhantes às da FIV, dependendo sempre do diagnóstico do casal e dos fatores individuais de cada paciente.